Valeu por você existir, mãe!

No Brasil, o Dia das Mães foi comemorado pela primeira vez em Porto Alegre, em 1918, por uma associação cristã. A partir de então foi celebrado em outras cidades, sempre ligado a alguma instituição religiosa. Maaaaaas, foi só em 1932 que um decreto de Getúlio Vargas fez do segundo domingo de maio o dia delas em todo o país.

A ideia é homenagear aquelas que não só nos deram a vida, mas que trabalharam muito para nos manter vivos. Afinal, a humanidade teve que nascer dependente e bem pouco desenvolvida, para compensar nossa inteligência superior a dos demais animais que, por sua vez,  já saem andando por aí ao nascer.

mother-84628_1280Muitos criticam o fato de o Dia das Mães ter se tornado uma data muito comercial e tals… Eu, pessoa prática, acho que esse povo tá procurando chifre em cabeça de cavalo. Concordo que dia das mães é todo dia, mas qual é o mal de ter uma data do ano pra lembrar disso? Para mim serve como perfeita desculpa para parar a correria diária, almoçar em família e comprar um presentinho pra ela. Agora me diz uma coisa, “cara pálida”: se não houvesse Dia das Mães será que faríamos isso em um dia aleatório todos os anos?? Eu tenho certeza que não!

Fora que podemos levantar muitas questões a respeito da maternidade neste dia. É o caso de pais que acabam deixando todo o cuidado dos filhos a cargo das mães, como se eles não tivessem a mesma responsabilidade. Muitas vezes, elas acabam mesmo cuidando de nós sozinhas, porque amor de mãe é grande demais pra entrar nessa briga e deixar seus rebentos precisando de alguma coisa.

presenteUma outra questão que gera muita discussão é o certo e errado na maternidade. Sei lá se eu é que sou relaxada demais, mas acho que não existe regra e nem manual de instruções. Ok, a equipe médica dá várias orientações, mas na hora de pôr em prática é a família que precisa encontrar um meio para segui-las. O que dá certo para umas pode não funcionar com outras, e tudo isso é muito relativo. E se as mães sentem essas dificuldades na pele, não entendo porque diabos é que umas ficam apontando as falhas das outras! Assim como as mães e os pais são diferentes, os filhos também são, não dá pra comparar.

E quando a pessoa não é mãe é aí que ela se torna uma expert em maternidade mesmo!! Acho muito fácil eu dizer que nunca faria isso ou aquilo se tivesse filhos, quando eu durmo quantas horas por noite eu quiser e não tenho ninguém chorando no meu ouvido quando volto cansada do trabalho. As pessoas são muito cruéis, às vezes. Eu tento, pelo menos, vigiar meus comentários a respeito dos bebês das amigas. Se um dia fui cruel, perdoem-me eu não sabia o que fazia (hahaha), juro que não foi a intenção.

thank-you-515514_1280

Por isso tudo, mais que Feliz Dia das Mães hoje eu sinto que devo dizer “obrigada” por tudo que a minha mãe já fez e ainda faz por mim! E para as amigas que já são mães, as minhas vibrações positivas para que tenham muita força e paciência nessa jornada!

 

Anúncios

Deixe seu pitaco!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s