Tiradentes

SONY DSC

No dia seguinte, nós resolvemos esticar a trip até Tiradentes, cidade que nenhum de nós conhecia ainda. Eu, afortunadamente, tive oportunidades de ir a Minas Gerais várias vezes. Mas pra fechar o pacote de cidades queridas para conhecer faltava Tiradentes, e ainda falta Ouro Preto (uma coisa de cada vez, né?!). Então, lá fomos nós para a estrada outra vez, depois de um café da manhã super animado, com direito a bolinho de chuva e tudo! (Esse negócio de ter amigos fazendo curso de gastronomia é tudo, né?! Thanks God!)

Quando chegamos a Tiradentes, aqueles casarões coloniais começaram a aparecer, muito antes de chegarmos ao Centro Histórico. Era um mais lindo do que o outro, e me faziam lembrar aquelas fotos dos livros de História, do século XVIII, dos capítulos que relatavam a época da exploração do ouro no Brasil e a Inconfidência Mineira.

SONY DSCAliás, o nome da cidade é uma homenagem a Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, líder do planejamento da revolta. A criação da “derrama” pela Coroa portuguesa dava, aos soldados, o direito de invadir casas e retirar os objetos de valor das famílias para completar o valor (absurdo!) do imposto cobrado pela exploração do ouro na região. É claro que isso gerou uma insatisfação enorme! Só que nessa confusão, o governo português acabou desmantelando a revolta, em 1789, prendendo nosso Tiradentes, que depois foi enforcado e esquartejado.

SONY DSCTriste fim para ele, mas tudo o que fez merece ser lembrado. Até porque o mais legal de viajar, para mim, é poder ficar imaginando como as coisas aconteciam na época. Andar pelas ruas de pedra, passar por portas de madeira bem antigas, caminhos estreitos, e ficar imaginando como as pessoas viviam ali. Adoro fazer esforço para lembrar das aulas de História, ler guias, placas dos museus, etc. É como se eu estivesse voltando no tempo!!

SONY DSCE Tiradentes é uma cidade linda, e muito bem preservada! Não sei porquê eu achava que só a praça central seria assim bonitinha, pois não importava para onde andávamos, todas as casinhas eram ajeitadinhas. Nem preciso dizer que amei a cidade!! Só faltou aquela feirinha de artesanato esperta. Talvez tenha sido por causa do dia da semana em que fomos, mas deu  para apreciar alguma coisa nas lojinhas.

SONY DSC

Voltamos para a estrada bem cansados, porém contentes com tudo o que vimos!! Além de muitos papos, tínhamos um CD do Lulu Santos para embalar as curvas da serra, cantando bem alto porque “não há tempo que volte, amor vamos viver tudo que há pra viver”.

Anúncios

Deixe seu pitaco!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s